quarta-feira, 24 de novembro de 2010

I Salão Internacional do Livro da Paraíba


Neste fim de semana teve início aqui em João Pessoa o I Salão Internacional do livro, que segundo o site do governo do Estado é o maior da América Latina. Não sei como as pessoas aqui na Paraíba fazem estas contas é como o discurso que diz João Pessoa teria sido escolhida pela ONU como a segunda cidade mais verde do mundo só perdendo para Paris. Então tá. Mas esta é outra história. O Salão acontece no Espaço Cultural e tem realmente uma grande quantidade de títulos por preços bem convidativos. Sai de lá com o cartão quase travado de crédito. Mas sendo sincero vi muita porcaria também. Muitos setores parecem ala infantil com aqueles livros que não são livros. Mas isso faz parte do processo de criação de novos leitores, então entendo. No entanto, o Salão apesar do que diz o site do governo, tem sido um tremendo fracasso de público. Os corredores vazios, as vendas baixas ao ponto de os expositores que investiram uma soma bem significativa fazerem um protesto no salão. Numa cidade como João Pessoa onde temos no máximo duas ou três livrarias que importam, Almeida e mais duas no Manaira Shopping, este fato nos deixa muito triste. O brasileiro não é muito afeito à leitura e o paraibano me parece que menos ainda. Esta é a segunda tentativa de uma feira de livro na Paraíba. A primeira foi a Bienal de 3 anos atrás que também foi um fracasso. Terra de grandes nomes na literatura como Ariano Suassuna, Lins do Rego, José Américo de Almeida a Paraíba nos decepciona e deixa as sombras esta grande alternativa de cultura que nos é dada.

2 comentários:

Wanessarlf disse...

Agora coloque Swingueira domingo a tarde, ou "Mamae tá dodoi, papai dá bjinho q passa" que lota. Tem jeito ñ meu caro...

Cristiano Ferronato disse...

É Wanessa eu não quis falar sobre isso mas vc tem toda razão. Todo fim de semana o Forrock está lotado.